Generation Waking Up: Igniting a Movement

quarta-feira, 26 de março de 2008

1ª Fim de semana Após a Destruição.

Lua Cheia, Equinócio da Primavera,


Páscoa. Acabei de chegar, noite de dia 20, o ultimo dos restaurantes, na lagoa, ardia, parecia um cenário de guerra… total escuridão, destroços e mais destroços e o Fogo. Labaredas furiosas diziam Adeus, com a mesma intensidade e dramatismo que sempre caracterizou aquele lugar mágico. O bater das ondas, o uivar do vento, o conversar das árvores, forte intenso.





Eu e a Filipa demos boleia a um alemão que estava desejoso de chegar ao café do António, mal ele sabia o que o esperava. O homem ficou chocado…até teve uma certa piada, he he.



O cenário mudou, existe alguma desorientação, as pessoas não sabem o que fazer, onde parar, como encontrar os amigos, sentem-se meio perdidas, apenas o mar permanece igual a si próprio. Muitos curiosos surgiram durante o fim de semana para olhar a destruição.



O vento esteve sempre feroz, parecia zangado. Agreste, a natureza, também fez o seu Luto. A confluir das datas, equinócio e celebração da Páscoa, NÃO PODE PASSAR DESPERCEBIDO. EQUINÓCIO, Lua cheia,e Páscoa, Morte e Ressurreição de Cristo, lá estou eu, mas coincidências já sabemos que não existem. Assistimos a um final de um ciclo, ao início de um outro, a Verdade é que só no Domingo a Sol Voltou a brilhar, até lá o tempo estava triste, tempestade.



Devia ter sido de outra forma, penso, que politicamente foi desastroso. Ninguém olhou pelos direitos dos comerciantes, devia ter havido um período de transição. Deram 5 mil contos a cada proprietário e que se governem. Os clientes de anos e anos, entretanto, não sabem de nada, podem desaparecer de vez. Nada garante que os muitos milhares de euros que irão investir nos Novos Restaurantes, terá alguma vez retorno. É quase um tiro no escuro. Continuamos optimistas, com a ajuda do café do parque, e dos telemóveis, lá nos fomos encontrando. Virados para o SOL, mesclámos aquela esplanada com outras cores. Os velhotes do parque, habituados à pacatez, olhavam-nos desconfiados… Tudo Muda, Tudo Gira, Nada Pára! Fizemos uma bela de uma fogueira no Axel, no equinócio, o objectivo era emitir Luz e Esperança, União das Luzes. Senti que a missão foi cumprida. Entretanto, o Axel, pretende continuar com as festinhas, também é um lugar de encontro. E a Praia, continua Maravilhosa, Assim como nós Todos.

Aqui ficam algumas fotos, do primeiro fim de semana, após a destruição.






































ATENÇÃO NÃO VEJAM ESTE COMENTÁRIO É VIRUS